domingo, 22 de agosto de 2010

Pq se esconder?

Faça um crônica da sua vida, desse momento estranho q vive, das pessoas q deixam confuso e pq?
Já se perguntou pq tantos homens aparecem em sua vida, pq ele te confundem, pq vc é tão intenso e tão carinho, tão inconstante......
Porque eles não ficam, pq eles somente passam
Qual o pq de tantos pqs
O q é q te doi, te faz feliz, te atormenta e acaba te deixando tão alucinado ?
A falta de elogios tolos, com a antítese de descobrir quem eu sou, vou ficar com sinônimos agnósticos do q é grande.
Vou ser quem eu quero, para não ser quem eu sou, serei mais e maior, para nao mostrar minhas fraquesas, serei duro e valente para provar que posso ir mais adiante.
Vou ser grande, homen feito, mas ainda menino, insseguro de que já sei e entendo o que já havia dito, de que tenho certeza
das certezas q sempre digo.
Serei eu leão sem coragem, latão sem coração, espantalho, serei tudo, todos e jamais serei algum.
Serei o campeão, chefe de meu batalhão, comandante de meu índios e cacique de meus soldados, mudarei os papéis e inverterei tudo que possível, mas jamais mostrarei de novo a minha face desnuda, enquanto os olhos quem me veem não forem os teus.
Deixe que o brilho que saem de teus olhos encontre o brilho dos meus, não se iluda não vendo que eles existem, displicentes, muleques, mas estão aqui.
Saiba olhar pro lado certo, pro olho certo, saiba me ver.
Ei...
Ei, olha pra mim.
E lembresse de que se olhar pra cá, nessa direção, olhe nos meus olhos, olhe realmente pra mim.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Gostar, ter, amar, qual sentido real de se ter alguém em sua vida?
O novo apareceu, chegou cheio de magia, novidadeiro e repleto de coisa boas, tudo que sempre busquei, estava ali recostado em um tablado preto de boate, a baixo do DJ.
Minas Gerais nunca havia me largado de fato, mesmo residindo no goiás, ali estava minas mais uma vez me puxando de volta, agora mais forte e mais certo.
Claro que topei o desafio de amar minas, me entreguei, não segurei nenhum segundo, joguei meu coração da ladeira e o deixei ser salvo e foi.
Estou loucamente tocado, apaixonado, vidrado, coisas boas novamente acontecem, estou bem novamente.
Obrigado, por existir, por dividir, por tbm se permitir amar e o ser.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Gripe "A" volta a atacar no DF.

Abaixo seguem as duas cartas que enviei aos veículos de comunicação da cidade informando o que está acontecendo em Brasília, na verdade em todo o DF. Meus e-mails de apelo estão sendo em vão, a quem pude me ajudar.

Apelo!!1 Estou desesperado, a gripe suina ainda está atancando no DF, o pior é que o único remédio para o tratamento da mesma não existe na cidade, TAMIFLU, preciso que todos façam campanhas e exijam que o nosso governo ladrão disponibilize o medicamento em nossos hospitais ou que o governo federal libere a venda do mesmo na farmácia.
Hoje o medicamento só é encontrado no Rio de Janeiro e em São Paulo, na nossa capital ele simplesmente não existe.
Onde está nossa mídia que não se atentou para isso?
Pq desse manifesto, meu sobrinho de apenas 9meses está internado no hospital com suspeita da doença e minha irmã sua mãe, está grávida e tbm pode estar infectado com o mesmo virus.
Preciso da ajuda de alguém que faça com que isso seja resolvido, preciso que alguma altoridade não deixe, nossa cidade desamparada e agora sendo egoísta que minha irmã e meu sobrinho não sofram as incosequencias de um governo desequilibrado que pensa individualmente no seu bolso e não no seu povo.

Agradeço os esforços de todos para me ajudar, felizmente foi contando com nossos amigos e parentes que conseguimos o TAMIFLU xarope, único medicamento utilizado no combate ao vírus H1N1. A doença é tratada de formas diferente para adultos e crianças até 30kg, nos adultos o Tamiflu usado é o em cápsulas e nas crianças até 30Kg, o considerado grupo de risco, utiliza o Tamiflu em xarope e o mesmo não existe no DF.
A Unieuro era o laborátorio que tinha a concessão do governo para a produção do medicamento, mas após vencimento do contrato o GDF não contratou nenhuma nova empresa, isso significa que o DF está completamente desprotegido contra essa doença que ataca ferozmente crianças, grávidas e idosos, o considerado grupo de risco.
Pois bem o meu nervosismo e apelo maior era pq meu sobrinho que está com suspeita da doença tem 9 meses e sua mãe, minha irmã, está grávida, os dois são do grupo de risco e isso me deixou sem chão algum, não sabia como agir e o que fazer.
Ontem tentei sem exito avisar aos veículos de comunicação o que estava acontecendo e o que recebi foi um interesse mínimo, o fato de estar envolvido não desmereçe a pauta, tudo isso parece uma grande teia onde a imprenssa joga junto com o nosso governo, proibindo nossa população de ter conhecimento, de saber de fato o que acontece.
Tenho vergonha do nosso país, mas não consigo ter vergonha de ser brasileiro, quero saúde, quero educação e quero governantes que cumpram o que foi prometido. Nossa única arma o voto não vale de nada, sempre colocamos pessoas que asseguram fazer valer nossos direitos com promessas e os mesmos sempre se vendem ao dinheiro do povo, são corrompidos e nós nos mantemos sem nada, a educação ta uma merda e a saúde continua o mesmo caus de sempre.
Não sei como apelar e de que maneira fazer, as armas que achei que tinha seria a impressa e seu poder de transmitir para a população o que está acontecendo, nem eles tem força, estão amedrontado o governo fededal ou pior com o governo local, nem sei, só sei que estamos desprotegidos.
Ainda quero informar a quem precisa, a população, se alguém souber como o faço e de que maneira consigo isso, por favor me ajudem.
OBS: Ontem, já passava das 20h quando uma criança de 11anos deu entrada no hospital com os mesmos sintomas do meu sobrinho, foi diagnosticada com suspeita de gripe tipo A, H1N1.Meu sobrinho deixou de ser um caso isolado, nos outros hospitais da cidade, será que existe algum outro caso, não tenho como percorrer a cidade e achar novos casos para alertar a impressa, a população e o governo. Preciso que meus amigos me ajudem nessa batalha.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

O retorno dos que não foram.

Pois bem,
depois de episódios atribulados e problemas de emocionais diversos, aqui estou eu tentando retomar meu blog que ja estava mais do que abandonado.
2009 foi intenso, fim de relacionamento, trocas de emprego, alegrias, tristezas e fim.
2010 promete, começou intenso e com um amor novo, um ínicio diferente, nada comum pra mim, mas esta sendo feliz, dia 9/01/2010 foi esse dia.
Vou contar um pouquinho, os suspenses vão continuar, falo pouco da minha vida e esse blog como sabem é justamente para desvendá-la. Tô me achando o miste M.hehehehe....
Combinei com alguns amigos de ir a boite para comemorar aniversário de um deles, acabei convidando tbm minha outros amigos e meu antigo amor que tbm aniversariava naquele dia.
Amigos novos, muita diversão, alegria sem fim. Dancei a noite toda, não gosto nem costumo ficar com ninguém em boite, mas calhou disso acontecer, por volta das 2:35 da madrugada, já era dia 09/01/2010 e foi maravilhoso, sai com a sensação de que havia encontrado um novo amor. Trocamos telefone!

Resumindo, fizemos um mês!!!


Quero mais!!!


Por favor nada de olho gordo, só alegria e muito amor.
heheheheehehhe....


Testinho só pra retomar.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Destino!

Qual é a real? Quando não temos noção do rumo de nossa vida ou de como vai acontecer algo ou mesmo quando não sabemos o que fazer com algo, dizemos logo, fica nas mãos do Destino. De fato destino existe? O engraçado é que cartomantes e adivinhos sempre dizem que você tem o livre arbítrio, mas ainda dizem que isso faz parte do seu destino. Imagino que destino é algo traçado, porém sempre mutável, como ter certeza do que é destino e o que é obra de nosso livre arbítrio, do acaso.

Livres, todos somos, para ir e vir, fazer o que queremos, todas as alternetivas passiveis de punições humanas, porém temos também as punições divinas que alguns dizem existir, mas quais são elas, miséria, fome, dívidas, mas se formos avaliar tudo isso são fatos dos esteriótipos humanos, não divinos.

Deus nos deu o tal do livre arbítrio, criamos coisas sem a benção dele, por isso acredito que não se interfira nessas coisas, pois tudo o que sofremos e devemos advem de coisas humanas. As coisas divinas estão no cerne de cada ser vivente neste planeta e Deus age sobre isso, coisas divinas e não matérias humanas. Penso eu!!

Hoje é dia de ser prolixo e falar de coisas efêmeras...mas nem tão efemeras assim!

E tenho dito!

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Desconfiômetro!

Tem gente que não tem desconfiômetro, um aparelinho que fica conectado ao ser humano e é genético. Tenho percebido que existem muitas pessoas sem este instrumento, preocupante, principalmente por que são várias as pessoas que se utilizam de facetas para compensar a falta do mesmo, o sinismo, a falsidade e as caras de inocente são utilizadas com frequência pelos que não tem este aparelinho.

Percebo quase que diariamente que os que não possuem ou perderam a licença para a utilização do disconfiômentro são funcionários de empresas que acham que seus terceiros não tem o que fazer da vida, por isso usam o seu tempo que não tem importância, a sua falta de vida para acabar com o tempo, a diversão e a vida das outras pessoas todas. Os que não possuem disconfiômetro concerteza não tem vida, não tem alegrias e sofrem muito em ver alguém que consegue amar, se divertir, trabalhar e agradar tantos.

Concordo que em algumas profissões os fins de semana não existem, a vida é um mero detalhe, a família são coadjuvantes e todo o resto não importa. Não sei realmente como alguns conseguem viver assim, talvez seja por isso que Papai do Céu resolveu não dar desconfiômetro para estas pessoas, por sem isso eles podem todos incomodar a vida dos que tem.

Vida é para ser vivida, trabalho para ser executado e folgas para serem apreciadas e devem por obrigação ser divertidas.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008